Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Fale conosco via Whatsapp: +55 71 993340015
No comando: Diferent

Das 00:00 às 01:30

No comando: Alok

Das 01:31 às 02:29

No comando: Histórias de Nairzinha (1)

Das 02:30 às 02:40

No comando: Curiosidades da Lusofonia (1)

Das 03:00 às 03:10

No comando: Palavras para Imagens (1)

Das 03:45 às 03:59

No comando: Filte Bahia 2021 (1)

Das 04:00 às 04:15

No comando: Ideias e Debates [domingo]

Das 04:30 às 05:20

No comando: Poeira das Estrelas (Sexta)

Das 05:00 às 05:55

No comando: Hora Brasil (Terça 1)

Das 05:00 às 05:58

No comando: Musica Fora do Eixo (Domingo 1)

Das 05:00 às 06:00

No comando: Sintonia de Retalhos (Quinta-feira 1)

Das 05:00 às 06:00

No comando: Universo em Prosa (Sábado 1)

Das 05:00 às 06:00

No comando: Curta de Casa (Segunda 1)

Das 06:00 às 06:35

No comando: Histórias de Nairzinha (2)

Das 06:30 às 06:40

No comando: BOM PRA SAÚDE (sexta 1)

Das 07:00 às 07:15

No comando: Entrevista Luís Faro Ramos (Embaixador de Portugal no Brasil) [sábado]

Das 07:00 às 07:45

No comando: Ideias e Debates [Segunda]

Das 07:00 às 07:50

No comando: Curta de Casa (quarta)

Das 08:00 às 08:35

No comando: Poeira das Estrelas (Domingo)

Das 08:00 às 08:55

No comando: Hora Brasil ( Quinta)

Das 08:00 às 08:58

No comando: Sintonia de Retalhos (Sábado)

Das 08:00 às 09:00

No comando: Universo em Prosa (Segunda)

Das 08:00 às 09:00

No comando: Musica Fora do Eixo (Terça)

Das 08:00 às 09:00

No comando: Filte Bahia 2021 (2)

Das 09:00 às 09:15

No comando: Curiosidades da Lusofonia (2)

Das 09:30 às 09:40

No comando: Palavras para Imagens (2)

Das 09:45 às 09:59

No comando: Contexto (1)

Das 10:30 às 11:00

No comando: BOM PRA SAÚDE (domingo)

Das 11:00 às 11:15

No comando: Mulheres de Palavra. Tear de Mundos (sábado)

Das 11:00 às 11:59

No comando: Histórias de Nairzinha (3)

Das 11:30 às 11:40

No comando: Curta de Casa (sexta)

Das 12:00 às 12:35

No comando: Entrevista Luís Faro Ramos (Embaixador de Portugal no Brasil) [domingo]

Das 12:00 às 12:45

No comando: Poeira das Estrelas (Terça)

Das 12:00 às 12:50

No comando: Hora Brasil (sábado)

Das 12:00 às 12:58

No comando: Universo em Prosa (Quarta)

Das 12:00 às 13:00

No comando: Musica Fora do Eixo (Quinta)

Das 12:00 às 13:00

No comando: BOM PRA SAÚDE (terça)

Das 13:00 às 13:15

No comando: Ideias e Debates [quarta]

Das 13:00 às 13:50

No comando: Sintonia de Retalhos (Segunda-Feira)

Das 13:00 às 14:00

No comando: FILTE BAHIA 2021 (3)

Das 13:50 às 14:00

No comando: Entrevista Luís Faro Ramos (Embaixador de Portugal no Brasil) [terça]

Das 14:00 às 14:45

No comando: Poeira das Estrelas (Quinta)

Das 14:00 às 14:55

No comando: Isabella Perazzo em Concerto

Das 14:00 às 14:59

No comando: Sintonia de Retalhos (Domingo)

Das 14:00 às 15:00

No comando: Mulheres de Palavra. Tear de Mundos (quarta)

Das 14:00 às 15:00

No comando: Musica Fora do Eixo (Sábado)

Das 14:00 às 15:00

No comando: Universo em Prosa (Sexta)

Das 14:00 às 15:00

No comando: BOM PRA SAÚDE (quinta)

Das 15:00 às 15:15

No comando: Curta de Casa (domingo)

Das 15:00 às 15:35

No comando: Curiosidades da Lusofonia (3)

Das 15:30 às 15:40

No comando: Palavras para Imagens (3)

Das 15:45 às 15:59

No comando: Contexto (2)

Das 16:30 às 17:00

No comando: BOM PRA SAÚDE (sexta 2)

Das 17:00 às 17:15

No comando: Entrevista Luís Faro Ramos (Embaixador de Portugal no Brasil) [quinta]

Das 17:00 às 17:45

No comando: Hora Brasil (segunda)

Das 17:00 às 17:58

No comando: Curta de Casa (segunda 2)

Das 18:00 às 18:35

No comando: Ideias e Debates [sexta]

Das 18:00 às 18:50

No comando: Hora Brasil (Terça 2)

Das 18:00 às 18:58

No comando: Musica Fora do Eixo (Domingo 2)

Das 18:00 às 19:00

No comando: Sintonia de Retalhos (Quinta-Feira 2)

Das 18:00 às 19:00

No comando: Universo em Prosa (Sábado 2)

Das 18:00 às 19:00

No comando: FILTE BAHIA (4)

Das 19:00 às 19:15

No comando: Histórias de Nairzinha (4)

Das 19:30 às 19:40

No comando: Palavras para Imagens (4)

Das 19:45 às 19:59

No comando: Curiosidades da Lusofonia (4)

Das 20:30 às 20:40

No comando: Inusitado

Das 21:30 às 24:00

COMUNICADO do OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL de DIREITOS HUMANOS (OIDH)

COMUNICADO

OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS (OIDH)
www.direitos-humanos.com

O Observatório Internacional de Direitos Humanos com sede mundial em Portugal constituiu um cordão de solidariedade humana, composto por entidades, individualidades e cidadãos em geral de diferentes setores sociais, civil, militar e religioso, com o objetivo de homenagear as vítimas do COVID-19 e todos os profissionais que lutam contra esta pandemia.

Os momentos difíceis que o mundo atravessa, impõe à sociedade condicionantes de vária ordem, pelo que o Observatório Internacional de Direitos Humanos, para promover esta homenagem, sentiu necessidade de utilizar meios e estratégias adequadas.

Entre outros meios, incluem-se satélites para que equipas altamente qualificadas de radioamadores defensores dos Direitos Humanos da Associação de Radioamadores de Coimbra sediada no Observatório Astronómico da Universidade de Coimbra e, do Núcleo de Radioamadores da Armada sediado na Base Naval do AlfeiteMarinha Portuguesa, possam associar a esta homenagem, outros seres humanos que se encontram nos lugares mais recônditos do Planeta Terra, entre os mais variados meios, incluiu-se ainda a reflexão lunar que é uma modalidade de comunicação que utiliza a Lua para refletir ondas eletromagnéticas transmitidas por uma estação de rádio.

Tendo em consideração que esta homenagem tem o seu “epicentro” em Portugal, país que acolhe o Observatório Internacional de Direitos Humanos, foi convidado o Colégio Militar na qualidade de Estabelecimento Militar de Ensino do Exército Português, para que o Hino de Portugal fosse cantado pelos alunos deste Colégio de Excelência.

Sendo a República Portuguesa um Estado de direito democrático que defende a Dignidade da Pessoa Humana em toda a sua dimensão, faz com que Portugal se torne numa referência para o mundo e num exemplo a seguir.

Envia-se:
– O Hino do OIDH (universal), criado pela Marinha Portuguesa, a mais antiga do mundo e uma das mais prestigiadas.
– O Hino de Portugal (A Portuguesa) cantado e gravado a pedido do OIDH, por cerca de 200 alunos do Colégio Militar, em homenagem às vítimas do COVID-19.
– Mensagem enviada pela Comissão de Saúde da Assembleia da República a pedido do OIDH para assinalar o Dia Mundial da Saúde, 7 de Abril, um “gesto” enquadrado na homenagem a todas as vítimas do COVD-19.

Com os melhores cumprimentos,

Luís Andrade
Presidente do OIDH

A MENSAGEM QUE A COMISSÃO DE SAÚDE DA ASSEMBLEIA DA REPÚBLICA ENVIOU AO OBSERVATÓRIO INTERNACIONAL DE DIREITOS HUMANOS (OIDH) PARA SE ASSOCIAR À INICIATIVA PROMOVIDA PELO OIDH.

Dia Mundial da Saúde 2021

No dia 7 de Abril celebra-se o Dia Mundial da Saúde.

A data comemorativa foi escolhida pela OMS em 1948.

Nunca foi tão pertinente para a humanidade a sua celebração.
A saúde é um direito de todos. Ricos ou pobres, poderosos ou frágeis todos devem ter acesso a cuidados de saúde.

A Humanidade tem capacidade, assim o queira, de lutar para que cada um, não importa onde ou quando, tenha acesso aos cuidados que necessita.
É preciso fazer mais para melhorar a qualidade e a segurança dos serviços de saúde a nível mundial.
Os governos têm de investir nos cuidados de saúde primários, na sua qualidade e acesso, na formação dos seus profissionais, na dignidade da administração dos mesmos cuidados.

Instituições como a Agência Europeia do Ambiente alertam já para os efeitos das alterações climáticas na saúde pública, por exemplo. Há mais mortes relacionadas com fenómenos extremos e alterações na distribuição de algumas doenças. Sob outro prisma, até a crescente disponibilidade de novas tecnologias de saúde, que possibilitam o ambiente de trabalho inclusivo e um paradigma de qualidade de vida mais justo, causa mais esforço ao sistema.

As respostas dependerão da capacidade de refletirmos em conjunto a nível de conceitos, políticas e práticas. Do ponto de vista das políticas de saúde, a discussão dicotómica entre custo ou um investimento vai paulatinamente perdendo o seu espaço, reduzindo-se a um mero confronto retórico. Os mais diversos agentes do setor e não só, aceitam hoje de forma quase unânime que o investimento em saúde se traduz em múltiplas dimensões sociais, culturais, laborais e com isso igualmente económicas e financeiras.

Os desafios serão cada vez maiores para que o mundo honre a máxima de que “a saúde é um direito humano”.
Lisboa, 6 de abril de 2021
A Presidente da Comissão Parlamentar de Saúde
Maria Antónia Almeida Santos.

 

Deixe seu comentário: